Câmara

Regras para castração no posto veterinário são debatidas pela Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais

Por gabinete de Jeferson Modesto

Atualizado em 24/10/2017 16:29
O vereador Jeferson Modesto (Jé), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais convocou ontem (23), reunião com a secretária Marimar Guidorzi para pedir esclarecimentos sobre as regras para o atendimento no posto veterinário.
O posto é na verdade, um conjunto de ações e políticas públicas voltadas à guarda responsável, ao bem-estar animal e ao controle populacional de cães e gatos, por meio do:

1) Monitoramento do serviço de Apreensão de animais errantes de forma humanitária.
2) Posto de atendimento Veterinário para população carente do município.
3) Posto de castração Municipal.
4) Feira de adoção e promoção da Guarda Responsável.

De acordo com a secretária, o cadastro inicial para castrações e atendimentos será feito pela Unidade de Desenvolvimento Rural que fica na Rua Lucas de Camargo n°290, Centro, também conhecido como Espaço Cidadão. A ferramenta utilizada para comprovação de renda nestes casos será o Cadastro Único (CadÚnico) que é realizado para programas sociais do Governo. As pessoas interessadas devem procurar o local e apresentar todos os documentos, RG/CPF/ comprovante de endereço e comprovante de renda. Após a aprovação do cadastro no sistema do CadUnico é que será dado o encaminhamento. Cabe lembrar que são critérios de renda:

- Até meio salário mínimo por componente familiar, ou Três salários mínimos por família,
-Nos casos das castrações, após a aprovação do cadastro, o animal e proprietário serão incluídos em uma lista, que fica no mesmo prédio no setor de Desenvolvimento Rural, e por meio dela, o contato e agendamento serão feitos pelos funcionários do posto de castração.

Como presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais agradeço à secretária e toda sua equipe, pelo empenho e andamento das castrações e cuidados com os animais de Itapeva”, afirmou Jé.  

A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação da Assessoria da Câmara e do autor. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV Câmara de Itapeva e, caso estejam explicitados, os autores.

A falta dessas informações implicará no crime de plágio e direitos autorais em vigor por meio da Lei Federal nº 9.610/98.

Busca de notícias

Notas

Notícias

Proposituras

Procure aqui

Siga-nos