Câmara

Hideo Matumoto, Marlene Marcondes e Miguel Rodrigues recebem títulos de cidadãos itapevenses

Por Assessoria da Câmara- Deborah Ramos

Atualizado em 30/05/2018 08:36
Na última terça-feira 29, a Câmara Municipal de Itapeva entregou três Títulos de Cidadão Itapevense em sessão solene prevista para às 20h00. Na cerimônia foram homenageados: Hideo Matumoto, Marlene Marcondes e Miguel Rodrigues.
As honrarias foram propostas pelos vereadores Pedro Correa e Débora Marcondes, sendo que esta, propôs os dois últimos nomes, sozinha. Confira um breve currículo dos homenageados:
Hideo Matumoto nasceu em 10 de outubro de 1945 na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo em São Paulo. Filho de imigrantes japoneses, viveu sua infância e juventude nas cidades de Presidente Epitácio e Presidente Venceslau. No início dos anos 80, casou-se com Alice Keiko Matumoto e veio morar em Itapeva para trabalhar na agricultura. Atualmente, Hideo Matumoto trabalha como massoterapeuta e voluntário na Associação Luz da Visão em prol dos deficientes visuais de Itapeva e região, ministrando aulas sobre técnicas de massoterapia;
Marlene Marcondes nasceu em Jaguariaíva, município do Paraná. Iniciou os estudos nas escolas Agrupadas do bairro da Taborda. Começou sua carreira inicialmente no ginásio Hélio de Morais, que hoje ainda funciona em Itapeva, como professora eventual - PEB II. Trabalhou na fábrica de papel Sguário de 1978 a 1997, passando pelos diversos setores administrativos e chegando até a Diretoria Industrial, onde trabalhou por mais de 15 anos como secretária Executiva e também com o setor Controle Estatístico do Processo (CEP);
Miguel Rodrigues é natural de Riversul, São Paulo. De uma família humilde de oito irmãos, viveu sua infância na terra natal, onde cursou até o 4º ano primário. Com apenas 12 anos, iniciou sua vida profissional. Começou a trabalhar como ajudante em uma importante fábrica de móveis da região. Em 1965, veio morar em Itapeva, concluiu os estudos de contabilista. Abriu uma empresa de móveis na cidade em 1965. Depois, abriu uma loja de materiais de construção, em março de 1975, conhecida como Itapeva Materiais de Construção.

A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação da Assessoria da Câmara e do autor. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV Câmara de Itapeva e, caso estejam explicitados, os autores.

A falta dessas informações implicará no crime de plágio e direitos autorais em vigor por meio da Lei Federal nº 9.610/98.

Busca de notícias

Notas

Notícias

Proposituras

Procure aqui

Siga-nos