Câmara

Comissão de Economia se reúne nesta segunda-feira,03

Por Assessoria da Câmara- Deborah Ramos

Atualizado em 03/09/2018 14:29
Na reunião desta manhã 03, foi lido e votado o pedido da vereadora Débora Marcondes (PSDB), em que a parlamentar solicitava ao presidente da Comissão, Laércio Lopes (MDB) a alteração da ata da última reunião ordinária, realizada no dia 27 de setembro, na qual a edil ficou com falta. Lopes solicitou aos membros da Comissão, Williana Souza (PR) e Wilson Margarido (PP) que votassem o pedido, após ouvirem tanto Alexsander Franson (MDB) quanto Marcondes, a respeito do desentendimento sobre o substitutivo do projeto de lei (PL) nº 101/2018, protagonizado pelos dois parlamentares.
Cabe lembrar que o projeto altera a lei que trata das justificativas de gastos de viagens da prefeitura. Atualmente, o prazo para a apresentação de notas de alimentação e pedidos de reembolso é de 60 dias. A proposta da vereadora era reduzir para 10 dias, fato este que já havia sido elogiado por outros colegas de vereança, mas durante a reunião da Comissão de Economia foi sugerido pelo vereador Franson um prazo menor, 48 horas.
Ambos indeferiram a solicitação da vereadora, por entenderem que a edil não estava presente para a deliberação da Comissão, chegando apenas durante a reunião extraordinária com o prefeito, Luiz Cavani sobre um tema que não tinha relação direta com os projetos da ordinária, havendo, portanto, a necessidade por parte da Secretaria Administrativa da Câmara da confecção de nova ata para justificar a chegada de Marcondes. O vereador Franson ficou impedido de votar, por ter relação direta com o tema. Por isso, a falta da vereadora foi mantida na reunião ordinária.
Em relação aos projetos n.º: 101 e 107/2018 permanecem na pauta para a próxima reunião.

A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação da Assessoria da Câmara e do autor. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV Câmara de Itapeva e, caso estejam explicitados, os autores.

A falta dessas informações implicará no crime de plágio e direitos autorais em vigor por meio da Lei Federal nº 9.610/98.

Busca de notícias

Notas

Notícias

Proposituras

Procure aqui

Siga-nos