Câmara

Saúde: “É preciso abrir um debate para discutir como melhorar a qualidade da saúde de Itapeva”, diz vereador Jé

Por informações do gabinete parlamentar de Jeferson Modesto

Atualizado em 07/04/2017 17:29

O vereador Jeferson Modesto (Jé), ao fazer uso da tribuna na sessão da Câmara Municipal de Itapeva na quinta-feira passada (07), sugeriu um debate na comissão de saúde de Itapeva para discutir a questão da necessidade do fortalecimento da Atenção Básica de Saúde. Segundo ele, hoje a unidade de pronto atendimento (UPA) está superlotada devido à falta da qualidade de funcionando das unidades básicas, o morador precisa se deslocar do seu bairro para ir até a UPA.

De acordo com Jé, a preocupação iniciou após muitas reclamações dos pacientes alegando a falta de médicos, também na demora do atendimento.
Isso me preocupa muito, porque um morador de bairro distante tem que se deslocar da sua casa até a UPA, sendo que próximo ao mesmo existe a unidade de saúde. Eu não estou aqui para apontar que a Prefeitura esta errada, o que estou propondo é um debate para solucionar a necessidade do fortalecimento da Atenção Básica de Saúde. O mínimo que uma população merece é uma saúde de qualidade, por isso quero discutir isso na comissão de saúde para que nossas unidades de saúde possam atender com ainda mais qualidade, explica o edil. 
Preocupação - Jé se reuniu na quarta feira, 29, acompanhado do Prefeito Luiz Cavani e o Deputado Federal Guilherme Mussi no gabinete do Ministro Ricardo Barros, em Brasília, para reivindicar melhorias na área da saúde para Itapeva.

Na audiência, foi solicitado ao ministro o pedido para que Itapeva possa ter mais profissionais da área da saúde do Programa “Mais Médicos” auxiliando nos postos de saúde da cidade e zona rural do município.  

A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação da Assessoria da Câmara e do autor. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV Câmara de Itapeva e, caso estejam explicitados, os autores.

A falta dessas informações implicará no crime de plágio e direitos autorais em vigor por meio da Lei Federal nº 9.610/98.

Busca de notícias

Notas

Notícias

Proposituras

Procure aqui

Siga-nos