Câmara

Comissão especial é aberta na Câmara para investigar notas irregulares emitidas por funcionários da Prefeitura

Por Assessoria da Câmara

Atualizado em 03/07/2018 08:42
Na sessão desta segunda-feira 02, foi aberta uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar notas que, segundo consta no requerimento protocolado pelos vereadores, eram emitidas por funcionários da Prefeitura e estariam fraudando os cofres públicos. A Comissão será composta por cinco membros: Jeferson Modesto (presidente), Wilson Margarido (relator) e Débora Marcondes (membro). Há ainda os suplentes os vereadores: Pedro Correa e Gabriel Souza.
A denúncia foi apresentada pelo vereador Margarido (PP) e aponta um suposto esquema de falsificação de notas fiscais envolvendo agentes do Executivo.
A Comissão terá o prazo de 30 dias para apresentar o relatório das investigações, que pode ser prorrogado por até 90 dias.

A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação da Assessoria da Câmara e do autor. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV Câmara de Itapeva e, caso estejam explicitados, os autores.

A falta dessas informações implicará no crime de plágio e direitos autorais em vigor por meio da Lei Federal nº 9.610/98.

Busca de notícias

Notas

Notícias

Proposituras

Procure aqui

Siga-nos